Início/Rede, Socialworking/Legado Socialworking recebe a visita de representantes da Finlândia

Legado Socialworking recebe a visita de representantes da Finlândia

O Legado Socialworking recebeu na tarde desta sexta-feira (02), a visita do cônsul da Finlândia no Paraná, Carlos Eduardo de Athayde Guimarães, e do coordenador de educação, ciência e pesquisa no consulado da Finlândia em São Paulo, Jarkko Wickström.

O encontro foi feito como parte de uma iniciativa de cooperação entre Finlândia e Paraná, na qual os representantes do país nórdico estão fazendo uma série de visitas para conhecer projetos de educação, tecnologia e impacto social no estado. “Estamos tentando estabelecer um diálogo com diferentes setores: estadual, municipal, terceiro setor e empresas privadas. Procuramos uma sinergia entre algumas iniciativas boas que tivemos na Finlândia e as que são feitas aqui”, explicou Wickström.

Durante o encontro, organizações capacitadas pelo Projeto Legado, além do próprio Instituto Legado apresentaram suas trajetórias e ações desenvolvidas em prol da sociedade. Estavam presentes representantes de Linyon, Badu Design, Quíron Educação, Unidos Pela Vida, Elo Social e Ambiental e Peace Labs. Todas as organizações mostraram uma grande capacidade de mobilização e impacto, capazes de transformar realidades. A Elo, por exemplo, com o lançamento do Portal Elo, criado a partir de investimento do Instituto Legado, já possui mais de 2 mil jovens cadastrados. O projeto Linyon já capacitou 134 imigrantes e refugiados. Já a Quíron, além de ter recém-inaugurado um espaço próprio, mudou a vida de 2 mil estudantes brasileiros.

Pelo Projeto Legado, que está em sua quinta edição, mais de 80 organizações de impacto social e/ou ambiental já foram capacitadas. Sempre mantendo um espírito pioneiro, o Instituto Legado estruturou a primeira pós-graduação em empreendedorismo e negócios sociais do Sul do Brasil e o primeiro coworking de Curitiba inteiramente voltado para empreendedores sociais: o Legado Sociaworking. “A gente vê que Curitiba tem um ‘caldo’ social que está pronto. Nossas entidades estão ganhando prêmios no Brasil inteiro”, disse a fundadora do Instituto Legado, Glaucia Marins.

De acordo com o cônsul, conhecer os projetos elaborados por instituições da Rede Legado e levar esse conhecimento para a Finlândia permite fortalecer a inserção do Paraná em uma “rota de pesquisa”. “Trata-se de perceber o que a gente pode aprender um com o outro”, afirmou Guimarães.

5/06/2017|Rede, Socialworking|