Início/empreendedorismo social, Projeto Legado/Entrega do Prêmio Legado de Empreendedorismo Social 2018: saiba como foi

Entrega do Prêmio Legado de Empreendedorismo Social 2018: saiba como foi

Capacitações e mentorias, atividades práticas, bancas…esse foi um ano de intensa transformação em modelagem de negócios e expansão de impacto para 18 organizações. Essa jornada foi celebrada dia 24 de outubro, durante o Legado Experiência 2018. O evento aconteceu no Teatro Guaíra e foi o momento de anunciar as iniciativas vencedoras do Prêmio Legado de Empreendedorismo, em que três projetos ganham o investimento financeiro de R$ 10 mil.

O Projeto Legado está na sexta edição e oferece capacitações presenciais e online em áreas como gestão de projetos, legislação, sustentabilidade financeira e comunicação. O objetivo é que, por meio do conhecimento adquirido e de atividades práticas, as organizações se desenvolvam e possam oferecer melhores oportunidades de futuro para as comunidades e grupos com os quais atuam.

“São 160 organizações capacitadas ao longo desses anos, que agora já estão criando uma força própria, um movimento transformador massivo que atinge milhares de pessoas pela nossa cidade e pelo Brasil. Temos 18 organizações de mentoria, fizemos 15 investimentos em expansão de impacto social.  O Prêmio Legado é um investimento em expansão social. Essas que foram vencedoras em anos anteriores, continuam trabalhando junto ao Legado, realizando ações conjuntas entre si, com o objetivo de mobilizar o PIB social da cidade”, disse o presidente do Instituto Legado, James Marins.

“Para nós do Legado foi um privilégio enorme ter vocês conosco durante todos esses meses e sentir que vocês acreditam na gente, na em nossa metodologia e naquilo que a gente tem para oferecer, que é o nosso coração e o que pensamos que pode fazer um movimento transformador massivo tomar forma”, afirmou a vice-presidente do Instituto Legado, Glaucia Marins, antes de anunciar o três nomes: Associação Dar a Mão, Empoderia e Pernas Pra Que Te Quero.

Confira o depoimento das organizações que receberam o investimento do Instituto Legado:

Associação dar a Mão

A capacitação do Legado foi completa. Se fosse antes, ficaríamos sem rumo do que fazer. Agora, temos um Negócio Social e acreditamos nele. Oportunizar às famílias de nossa Associação o acesso ao dispositivo eletromecânico 3D e a diferentes modelos de adaptadores 3D funcionais é nosso objetivo. Acreditamos que será o princípio de nova trajetória da Dar a Mão para realizarmos o nosso sonho, nossa vontade e chegarmos no ‘globocentrismo’. É também uma oportunidade para ampliar cada vez mais o impacto da Associação Dar a Mão com empatia na inclusão, na tecnologia social com a tecnologia assistiva, assim disseminar na sociedade brasileira as informações da Agenesia de Membros, uma condição física ainda desconhecida mas com alta incidência nas gestantes.

A Associação Dar a Mão iniciou no Projeto Legado 2018 com um perfil e saiu com outra maturidade. Como fundadora e idealizadora deste trabalho, eu já me sentia orgulhosa por tudo o que aprendemos nesta trajetória. Planejei ir ao evento de Premiação, mas uma infecção pós operatória me impossibilitou de estar presente. Acompanhei tudo de minha cama, em São João do Ivaí/PR, em grande torcida e expectativa. No entanto, sem acreditar que poderíamos  realmente conseguir, já que as demais instituições são feras! Quando ouvi o nome Dar a Mão ser proclamado, foi uma mistura de sentimentos, uma sinestesia pura! Minha vontade era de pular, saltar, correr… Mas, como não seria possível, a emoção se transbordou em lágrimas. Sentimento de missão cumprida. Conseguimos realizar um sonho!

Geane Poteriko, Fundadora e CEO da Associação Dar a Mão

Foi um momento de explosão de alegria e muita emoção. Não esperávamos, mas ao mesmo tempo tínhamos muita esperança. Logo cedo, já tinha gente na torcida vestindo a camiseta da Associação. Estamos muito felizes! Na hora que anunciou o nome, meus olhos encheram de lágrimas e meu pulmão buscava o ar para sustentar o grito de alegria

Lúcia Miyake, Diretora de Pesquisa Técnica da Associação Dar a Mão

Empoderia

Tive que me reinventar, ouvir, aprender, incorporar novos conceitos e fazer todas as adequações necessárias para que a Empoderia chegasse ao modelo final bem estrutura. Isso exigiu humildade, desprendimento e um grande desejo de acertar e fazer o melhor. Me entreguei de corpo e alma ao projeto (…) A cerimônia de encerramento, além de muito linda, trouxe o que de fato faz e torna a vida maravilhosa. A sensibilidade das pessoas, a capacidade de se colocar no lugar do próximo e lindas conexões que podem ser estabelecidas. Isso é o que torna o mundo um lugar incrível (…) Em nome de todos que participam da Empoderia, mais uma vez, o nosso muito obrigado, a todos do Instituto Legado pelo enorme carinho, dedicação e pela oportunidade. Serei eternamente grato. Obrigado a todas as organizações por terem dividido e compartilhado comigo todos esses lindos momentos.

Marcelo Teófilo, Fundador da Empoderia

Pernas Pra Que Te Quero

Nossa experiência no projeto legado começou em 2017 foram dois anos de muito aprendizado muita convivência com outras organizações e principalmente nos aproximarmos do que é ser um empreendedor social, o que é Impacto social, o que é ter um produto social capaz de modificar a vida de milhões de pessoas propiciando que ela saia do isolamento e, ainda, aprender a medir o impacto e planejar para o futuro.

Quanto ao Prêmio Legado, eu fiquei muito surpresa. Não imaginei que a vovó aqui iria conseguir estar entre as três ganhadoras, ficamos muito felizes com ele. A equipe Pernas pra que te Quero é muito grande dezenas de pessoas contribuíram para que a gente chegasse onde estamos agora é muito gratificante olhar para trás e verificar essa colaboração de tantas pessoas em prol de uma causa tão especial quanto a da inclusão social de pessoas com deficiência.

Rebeca Paciornik Kuperstein, fundadora e diretora da Pernas Pra Que Te Quero