5 dados apontados pelo Mapa de Negócios de Impacto Socioambiental 2021

negócios de impacto

A terceira edição do Mapa de Negócios de Impacto Socioambiental trouxe indicadores fundamentais para quem atua no ecossistema de empreendedorismo social. O estudo, que teve sua primeira versão publicada em 2017 e ganha atualizações a cada dois anos, tem o objetivo de acompanhar a evolução dos negócios de impacto no Brasil e fazer um retrato sobre seu contexto atual. Neste post, elencamos cinco dados evidenciados na edição 2021. Confira:

Onde estão os negócios de impacto

O estado de São Paulo ainda concentra a maior parte do ecossistema empreendedor brasileiro e as ofertas de capital, formações e networking, mas a Região Nordeste teve um ganho considerável no volume de negócios. “Ali se concentram mais soluções para as cidades, fintechs, civictechs e edtechs, bem como negócios em fase de ideação e liderados por um perfil mais diverso de empreendedor, em termos de gênero e raça”, indica o estudo. Outro apontamento, é que há uma descentralização dos negócios, não estando mais focados essencialmente nas capitais. 36% dos 1.272 negócios mapeados, estão localizados no interior dos estados. 

“Os negócios de impacto ‘fora do eixo’ trazem em si perspectivas de diferentes realidades, fator essencial em um país continental e diverso como o Brasil. O crescimento do ecossistema no Nordeste é resultado do esforço de diversas organizações regionais que trabalham para fomentar o empreendedorismo social, respeitando o contexto em que os empreendedores estão inseridos e construindo redes locais. Descentralizar o apoio aos empreendedores em parceria com esses dinamizadores mostra-se um caminho efetivo para o crescimento do setor”, afirma Marcello Santo, Diretor Fundador do Impacta Nordeste e cofundador da Motirô.

4 em cada 10 já negócios de impacto já acessaram doações e investimentos

Um dos dados expressivos é que 4 em cada 10 negócios de impacto já acessaram doações e investimentos. Contudo, o estudo aponta que os mecanismos de investimento mais formais (equity e dívida) ainda não são os mais alcançados pelos empreendedores, sendo as doações e grants os recursos que estão respondendo, de forma mais ampla, à demanda do empreendedor por capital. 

Os negócios que estão em etapas mais maduras da jornadas, estão nas capitais, usam tecnologias inovadoras, foram acelerados pelo menos uma vez e já receberam prêmios/reconhecimentos são os que têm melhor desempenho na captação de recursos. Também há diferenciais para aqueles que participam de rodadas de captação de recurso, têm implantadas ferramentas de governança e controles internos, acompanham o impacto que geram.

Seja expert no assunto: conheça o MBA em Gestão de Organizações e Negócios de Impacto Social

Mulheres têm menos apoio

Ainda existe desigualdade de gênero quando o assunto é acesso a oportunidades. De acordo com o Mapa de Negócios de Impacto Socioambiental , apesar de haver uma equidade de gênero nesta edição (mulheres estão presentes em 67% dos negócios mapeados e os homens, em 71%), negócios administrados apenas por um time feminino tendem a receber menos recursos financeiros e outros apoios para evoluir na jornada, quando comparados a negócios liderados apenas por um time masculino. Elas são menos investidas (22% captaram recursos de terceiros contra 29% dos negócios liderados apenas por homens). Com isso, elas estão menos presentes entre os negócios em fase de escala (25% contra 35%) e são menos aceleradas (20% conseguiram esse apoio contra 32% dos negócios liderados apenas por homens)

Tecnologias de impacto 

O uso real de tecnologias na solução de impacto e o acompanhamento da transformação gerada aparecem mais entre os negócios em fases maduras da jornada e com histórico de investimento e aceleração. Tanto a presença de um investidor, como de uma aceleradora de negócios, podem ser o gatilho para gerar esta cultura de inovação. Quanto mais cedo, durante sua jornada de negócios, o empreendedor entende a relevância da tecnologia para escalar seu impacto e monitorar essa realidade, mais chances tem de chamar a atenção de diversas organizações de apoio e investidores que vislumbram esse crescimento

Gestão de Impacto

O empreendedor se mostra mais maduro e consciente da importância de se posicionar como um promotor de impacto socioambiental, colaborando assim para o fortalecimento e diferenciação do setor. Aqueles que já possuem um processo formal e disciplinado de medição de impacto estão em fases de tração e escala e apresentam maiores faixas de faturamento, já foram acelerados, investidos e se concentram nas regiões Sudeste e Nordeste do país.

O Mapa de Negócios de Impacto Socioambiental está disponível para download gratuito neste link.

 

Precisando de aceleração? Acompanhe o blog do Legado e fique por dentro dos nossos projetos focados focados na expansão de impacto de negócios e startups sociais. Para conhecer os programas em andamento, acesse institutolegado.org/aceleracao/

Assine nossa news e receba conteúdos exclusivos de impacto social!

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp