Início/empreendedorismo social, Rede/Rede Legado participa de pitch day com diretores da Renault Mundial

Rede Legado participa de pitch day com diretores da Renault Mundial

O empreendedorismo social é uma das principais tendências de negócio no Brasil e no mundo e, em Curitiba, esse ecossistema tem se fortalecido na geração de ideias inovadoras para solução de problemas da sociedade. O Instituto Legado se orgulha por fomentar o crescimento dessa rede e oferecer ferramentas para que projetos de impactam atinjam cada vez mais pessoas. É devido a esse trabalho que três negócios sociais acelerados pelo Projeto Legado participaram nesta terça-feira de uma rodada de pitches com os principais líderes de social business da Renault Mundial. O encontro aconteceu na Hotmilk, aceleradora da PUCPR.

Badu Design, PeaceLabs e WAAS se apresentaram para o diretor de empreendedorismo social da Renault, Francois Rouvier e para vice- presidente de responsabilidade social, Oliver Faust. À convite do Instituto Renault, os franceses vieram ao Brasil para conhecer negócios sociais de três cidades: Curitiba, Florianópolis e São Paulo. “Quando a gente falou sobre fazer um pitch day sobre social business, o primeiro nome que veio à nossa mente foi o Instituto Legado”, conta a diretora executiva do Instituto Renault, Silvia Barcik. “Queremos mostrar o potencial criativo e inovador de impacto social da região de Curitiba para essas pessoas que estão pela primeira vez no Brasil”, completa.

Negócios de impacto

Acelerada pelo Projeto Legado 2016, a Badu Design é um negócio social que leva aos consumidores produtos de papelaria, presentes e organização feitos à mão por mulheres em vulnerabilidade social, utilizando resíduo têxtil. O projeto foi criado pela administradora Ariane Santos, que depois de passar por um longo período de depressão e desemprego, resolveu empreender investindo todo o dinheiro que tinha para o mês: apenas R$ 30. “Decidi usar esse dinheiro para comprar e produzir dez agendas, que logo foram vendidas. O negócio deu certo e a Badu Design nasceu assim”, relembra Ariane, que decidiu ensinar as técnicas artesanais para que outras mulheres pudessem ter geração de renda.

O projeto We are all Smart (WAAS) empodera jovens por meio da educação tecnológica, com base em metodologia que remete às artes marciais. A iniciativa beneficia estudantes de colégios públicos e três deles chegaram a vencer a competição tecnológica Space Apps Challenge, que os levará à Nasa. Já o PeaceLabs atua com tecnologia focada em investimento social. Criada pela empreendedora Paloma Lecheta, a plataforma oferece recursos para que organizações e negócios sociais possam otimizar a apresentação de resultados para seus investidores. Também ajuda a definir indicadores de resultado e impacto com base em metodologias como a Teoria da Mudança e alinhadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Outras duas iniciativas participaram das apresentações: a Angelino, que desenvolve programas de prevenção de acidentes infantis, e a Multiplano, que desenvolve material didático para auxiliar o aprendizado de Matemática e Estatística.

O pitch day foi organizado com a conexão de três aceleradoras: Hotmilk, Libria e Instiuto Legado.

Parceria

Instituto Legado e Instituto Renault são parceiros em um programa de fortalecimento para a Associação Borda Viva, organização de São José dos Pinhais que atua em desenvolvimento social e empoderamento de mulheres. Apoiada pela instituição do Grupo Renault desde 2010, a Borda Viva recebe capacitações do Instituto Legado focadas em gestão de projetos e expansão de impacto.