Início/Notícias/O que é captação de recursos e como ela é estratégica para a sustentabilidade de organizações

O que é captação de recursos e como ela é estratégica para a sustentabilidade de organizações

Quase toda organização da sociedade civil (OSC) já viveu ou ainda vive o grande dilema: como garantir recursos para manter os projetos desenvolvidos e garantir qualidade no atendimento à população? Esse é um desafio e tanto! Por isso mesmo, empreendedores sociais têm percebido a importância da área de captação de recursos na administração das várias iniciativas em que atuam.

As OSCs que dependem de uma única fonte de receita assumem um grande risco, que pode comprometer não só as atividades como prejudicar grupos e famílias. Vamos a um exemplo: uma organização recebe R$ 10 mil de uma empresa todos os meses até o dia em que essa mesma empresa passa por uma crise e decide cortar todas doações. O que fazer? Para evitar esse tipo de situação é que os captadores de recursos são vistos como profissionais estratégicos para o presente e o futuro de iniciativas de impacto socioambiental.

O que faz o setor de captação de recursos?

Ele pensa em ideias criativas para diversificar as fontes de receita da organização. É um trabalho contínuo que envolve a prospecção de novos doadores, a formatação de projetos, negociação e, muito importante: a fidelização, uma etapa essencial para garantir parcerias duradouras. A equipe de captação fica de olho em todas as oportunidades: doações de pessoa física, pessoa jurídica, leis de incentivo, entre outras.

Os recursos são só financeiros?

Não. Existe um termo derivado da captação, mas que vai um pouco mais além: mobilização de recursos. Para chegar chegar aos recursos financeiros, é preciso uma série de outros recursos: equipamentos, tecnologia, ferramentas e pessoas! Sim, elas também são recursos! Uma organização não existe se não tiver sujeitos de ação, comprometidos com a causa e gerando novos caminhos para a expansão de impacto. A ideia de mobilização é justamente de colocar todos esses recursos em movimento, pensar na relação com funcionários, voluntários, apoiadores, doadores.

Por onde começar?

Buscar cursos de capacitação e aperfeiçoamento é uma ótima forma de começar a desenvolver planos de captação. Na próxima quinta-feira, 19, o especialista Marcelo Estraviz estará aqui no Instituto Legado oferecendo um treinamento intensivo de 9 horas sobre estratégias e tendências da captação para organizações e iniciativas sociais.

A oficina ‘Captação de Recursos: Planejamento e Estratégias para o Êxito’ vai acontecer das 9h às 18h e é voltada para diretores, gestores e voluntários de organizações e empreendimentos sociais, institutos e fundações, captadores de recursos, administradores e profissionais de marketing e comunicação. Saiba mais sobre a oficina e faça a sua inscrição.

17/04/2018|Notícias|