No setor de impacto social é muito comum ouvir falar em advocacy, mas você sabe o que significa? Confira o artigo do Instituto Legado:

O advocacy é um mecanismo utilizado para influenciar tomadores de decisão na mudança ou na criação de políticas públicas em favor de uma causa, de forma a resolver ou minimizar problemas sociais. Também é conhecido como “lobby do bem”, o advocacy exige a definição de um plano estratégico com definição de objetivo, públicos, processos, recursos e pessoas envolvidas. Pessoas físicas, empresas e organizações podem fazer advocacy.

Diferentes métodos podem fazer parte de uma estratégia de advocacy, como pesquisas, mobilização da sociedade e atividades de comunicação. O importante é que tudo esteja alinhado ao objetivo de gerar mudanças em políticas públicas.

O tema do advocacy tem ganhado tanta notoriedade que representantes de organizações da sociedade civil se reuniram para promover a 1ª Conferência Nacional de Advocacy, evento que ocorreu em setembro de 2019 com o objetivo de compartilhar práticas, ferramentas e estratégias de incidência social nos processos de tomada de decisões públicas e políticas. O assunto também já foi tema de um curso online oferecido pelo Instituto Legado.

Quem atua com advocacy podem realizar diferentes tarefas, como representar pessoas, empoderar pessoas para que possam se manifestar, fazer negociações ou criar redes de apoio.

Como construir uma estratégia de advocacy

Em 2019, o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) lançou o ‘Guia são listados dez passos para a construção de uma estratégia de advocacy. Confira:

1- Construa uma Teoria da Mudança: Qual é o impacto que eu quero causar? Quais são as políticas públicas que eu preciso influenciar para que esse impacto seja alcançado? Se você nunca ouviu falar sobre Teoria da Mudança, assista à explicação da empreendedora Liziane Silva para a TV Legado.

2- Escolha sua prioridade e especifique seu objetivo: Dentre essas políticas públicas, qual é a mais adequada para a minha estratégia de advocacy? Qual é exatamente a mudança que eu quero que aconteça?

3- Mapeie o processo decisório: Quais são as etapas, regras e procedimentos do processo decisório da política pública que eu quero influenciar?

4- Identifique o público-alvo: Quem são as pessoas e instituições com poder formal para tomar a decisão pretendida? Quem pode influenciar os que têm esse poder?

5- Estabeleça parcerias e coalizões: Com quais parceiros devo me aliar para aumentar a legitimidade, credibilidade e efetividade da minha estratégia?

6- Elabore sua mensagem: Qual mensagem irá comunicar de forma forte, concisa e convincente a mudança na política pública que eu quero alcançar?

7- Escolha os mensageiros: Quais pessoas e organizações estão melhor posicionadas para comunicar a mensagem ao meu público-alvo?

8- Defina as atividades: Quais atividades serão realizadas para que eu alcance os resultados esperados?

9- Gerencie riscos: Quais são os riscos envolvidos na minha estratégia e o que devo fazer para reduzi-los?

10- Monitore e avalie: Como monitorar e avaliar se estou alcançando os resultados e objetivos estabelecidos.

O estudo completo desenvolvido pelo Imaflora pode ser baixado gratuitamente pelo link http://www.imaflora.org/download-form.php?id=960.