Início/empreendedorismo social/Com arte e inovação, Legado Experiência 2018 mostra o poder transformador do empreendedorismo social

Com arte e inovação, Legado Experiência 2018 mostra o poder transformador do empreendedorismo social

Texto: Stephane Sena
Fotos: Cayo Vieira e Guto Tarasiuk

Mais de 500 pessoas acompanharam o maior evento de empreendedorismo social curitibano, que reuniu arte, inovação e a entrega do Prêmio Legado 2018

“Teu olhar fala de ti, teu olhar fala de mim, teu olhar me fala, teu olhar me cala, mas teu olhar me acalma. Almas”. A poesia Fúlgidos, escrita pela poetiza Diviane Helena resume bem a essência do Legado Experiência 2018. O evento promovido pelo Instituto Legado na última quarta-feira foi marcado pela celebração do empreendedorismo socioambiental, pela conexão entre agentes de transformação e pela sensibilidade de enxergar outras realidades e promover o valor da empatia entre os seres humanos por meio do tema “Me Empresta seus Olhos”.

A noite começou com um coquetel no saguão do Teatro Guaíra, um momento de encontro da Rede Legado e intervenções artísticas. O público conferiu uma exposição com fotos do Criança que Dança, projeto cultural que leva espetáculos e oficinas de dança para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social em Porto Príncipe, no Haiti. Por meio de uma experiência virtual, também foi fazer  uma visita guiada à realidade dessas crianças e aos bastidores do evento. O artista Vitor Bertoldi foi responsável pelo som ambiente, com o instrumento handpan.

Me empresta seus olhos

Há cinco anos, Myria Tokamaji mudou de vida radicalmente. Em seu país, a Síria, ela passou pelo drama de enfrentar uma guerra que já matou mais de 500 mil pessoas, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). “Assim que eu me formei em Design Gráfico, a guerra começou. Aguentamos dois anos até que ficamos sem luz, sem comida e decidimos fugir. O Brasil foi o único país que nos recebeu como refugiados”. Hoje, em Curitiba, atuando em sua área de formação e integrante do grupo Alma Síria, a jovem usa seu talento para construir uma nova história.

A trajetória de Myria e de tantas outras pessoas que passam pela mesma situação, foi contada no espetáculo Me Empresta Teus Olhos, que abriu o Legado Experiência no teatro do Guairinha. Realizado pela bailarina e coreógrafa Patricia Machado e por Myria, a performance utilizou música e dança para mostrar o que há de poético e visceral nos movimentos migratórios. Toda a parte artística do evento foi produzida por Andrea Sério Bertoldi, por meio da Nó em Movimento.

Ecossistema de Empreendedorismo Social

Antes do momento mais esperado pelas 12 organizações finalistas do Prêmio Legado de Empreendedorismo Social, o público conheceu iniciativas da Rede que estão fazendo a diferença na sociedade. “Nós levamos o empreendedorismo para o social e o social para o empreendedorismo”, afirmou o presidente do Instituto Legado, James Marins. “Uma das nossas principais atuações, é aquela que diz respeito a fazer com que exista um esforço colaborativa. São dezenas de entidades, organizações que se unem em torno de um ideal e de uma proposta. Esse esforço colaborativo está materializado esta noite”.

Marins lembrou que a busca por impacto social positivo na sociedade é uma tendência e que essa mudança tem acontecido por meio de um trabalho em rede. “O Instituto Legado tem feito questão de trabalhar junto a essas redes para que possamos criar um ambiente saudável de prosperidade para organizações e iniciativas de impacto social”. A criação do Legado Socialworking e do Social Founder são exemplos desse esforço. O Instituto Legado também tem feito investimentos anjo em startups sociais. Uma delas é a Pólen, plataforma que transforma compras de e-commerce em doações.

“A gente está fazendo isso com mais de 30 lojas online no Brasil inteiro. O que a gente faz é plugar esses e-commerces com as causas que fazem mais sentido com a marca deles. O consumidor escolhe no momento da compra qual causa quer apoiar. Se ele finalizar a compra, o e-commerce do R$ 1 ou 1 % da compra para a causa que o consumidor escolheu”, explicou a CEO da Pólen, Renata Chemin.

Premiação

O Prêmio Legado de Empreendedorismo Social foi entregue a três iniciativas de impacto entre as 18 capacitadas pelo Instituto Legado ao longo de 2018. As três escolhidas atuam na área de inclusão e dignidade de diferentes maneiras. Veja quem foram projetos que vão receber o investimento financeiro de R$ 10 mil para investir em expansão de impacto:

Associação Dar a Mão: Foi criada para doar apoio, “dar a mão” para as famílias e crianças, adolescentes ou indivíduos que nasceram com Agenesia de Membros (deficiência física), afetados pela Síndrome da Brida Amniótica, Simbraquidactilia ou outras doenças raras, ou que sofreram amputações.

Empoderia: Iniciativa que, por meio do DNA Social, usa uma metodologia de autoconhecimento para sonhos, valores e competências de jovens de baixa renda ou encarcerados.

Pernas Pra Que Te Quero!: Ação de inclusão social de crianças e adultos em cadeiras de rodas. Utiliza a corrida de rua como forma de gerar pertencimento. Os participantes nas cadeiras de rodas são conduzidos por equipes de corredores que se revezam entre si. Também criou um sistema de encaixe para uma terceira roda nas cadeiras, para dar estabilidade e segurança durante a corrida.

Show

Para encerrar a festa com chave de ouro, a banda VivoTrio animou o Legado Experiência com um pocket show. Toda a programação foi transmitida online pelo canal do Instituto Legado no Youtube. Mais de 400 pessoas acompanharam a transmissão. E tem muito mais vindo por aí! Continue acompanhando as novidades do Instituto Legado!