MariArte: negócio social fomenta o empreendedorismo feminino por meio de capacitações

MariArte

Conheça a iniciativa vencedora do Prêmio Legado 2021

Hoje iniciamos uma série de matérias especiais sobre os projetos que venceram o Prêmio Legado 2021. Começamos com o MariArte, que transforma a vida de mulheres e fomenta o empreendedorismo feminino por meio de oficinas de artesanato, capacitações e ações para o empoderamento de mulheres em situação de vulnerabilidade que vivem na cidade de Lavras (MG).

O negócio surgiu a partir do contato inicial da Enactus/UFLA – organização internacional sem fins lucrativos dedicada a inspirar os alunos a melhorar o mundo através da ação empreendedora-, com um grupo de mulheres que frequentava o CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) de um bairro periférico de Lavras – MG. “As mulheres amavam artesanato e ficaram empolgadas com a ideia de produzir artesanato para gerar renda”, conta uma das sócias do MariArte, Jacqueline Terra. 

Em 2021, de acordo com o Centro de Pesquisa em Macroeconomia das Desigualdades da FEA-USP, 61,1 milhões é o número estimado de pessoas em situação de pobreza no Brasil, já considerando o novo auxílio emergencial. Na cidade de Lavras, local de atuação do projeto, o quadro não é diferente. A faixa etária mais pobre da cidade é o grupo entre 40 a 59 anos, sendo que a maioria desses indivíduos, 62% deles, são mulheres.

O momento econômico em que estamos vivendo é bastante crítico, ainda mais se pensarmos na situação pandemia, e foi através da vontade de mudar esse cenário para algumas mulheres que o projeto foi criado. “A partir da motivação de alterar o cenário de vulnerabilidade socioeconômica enfrentado pelas mulheres moradoras dos bairros periféricos de Lavras, criamos o MariArte”, explica Jacqueline.

Mudanças geradas pelo Projeto Legado

Após passar por um ano de capacitações, mentorias e workshops no Projeto Legado 2021, as sócias Bruna Bueno, Jacqueline Terra, Letícia Siqueira e Lívia Fontes, acreditam que o processo foi bastante enriquecedor, pois o negócio ganhou uma maior estruturação e acelerou seu desenvolvimento. Agora, o empreendimento tem documentado melhor suas ações, buscado a formalização jurídica, se empenhado em definir metas e planos de ação de curto e médio prazos, além de ter aumentado o vínculo com sua causa: empoderar mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica, através do convívio social e da produção e venda de produtos artesanais.

Ao final do Projeto Legado, as sócias apresentaram como projeto de expansão o desenvolvimento de uma nova metodologia: a trilha MariArte, que consiste numa série de capacitações empreendedoras, oficinas de artesanatos e oficinas sociais voltadas para o desenvolvimento das forças e inteligências das mulheres que o negócio impacta, as Marias.

Expansão de Impacto no MariArte

Como primeiro colocado no Prêmio Legado de Empreendedorismo Social 2021, o MariArte recebeu o investimento financeiro de R$ 10 mil para serem aplicados em expansão de impacto. Jaqueline explica como o valor será utilizado. “O plano de investimento é voltado para áreas estruturais de nosso empreendimento, como: desenvolvimento do site, formalização jurídica, entre outras. Queremos empoderar novas Marias por meio da oferta de capacitações online, abrindo espaço para a adaptação da linguagem e do conteúdo para a realidade delas, pois assim será possível alcançar mulheres vulneráveis de diversos bairros de Lavras e região”, responde.

“Buscamos promover estratégias para o enfrentamento da pobreza através do artesanato e do empreendedorismo, tornando mulheres protagonistas de sua própria história”, finaliza Jacqueline.

Tem algum projeto de impacto? O Instituto Legado pode te ajudar a alcançar mais pessoas! O edital do Projeto Legado 2022 será lançado em breve, acompanhe as novidades pelo blog e pelas redes sociais.

Texto: Sabrina Fernandes

Assine nossa news e receba conteúdos exclusivos de impacto social!

Últimos artigos

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp