17 de maio é o Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia e o Instituto Legado tem orgulho de ter em sua rede iniciativas que combatem o preconceito por meio do acolhimento, da educação, da mobilização e do advocacy. Por meio do trabalho deles e uma série de organizações e ativistas muito já foi conquistado. O exemplo mais recente é decisão histórica do Supremo Tribunal Federal (STF) que considerou inconstitucional restringir que homens gays façam doação de sangue. Apesar da conquista, ainda há muitos desafios a serem vencidos. Alguns deles foram evidenciados pela pandemia gerada pela Covid-19.
Em comunicado especial, Víctor Madrigal-Borloz, especialista independente das Nações Unidas sobre a proteção contra a violência e a discriminação por motivos de orientação sexual e identidade de gênero, afirmou que os governos de todo o mundo devem garantir que as medidas de emergência não aumentem as desigualdades nem as barreiras estruturais que enfrentam as pessoas com orientações sexuais e identidades de gênero diversas. “As pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e gênero-diversas estão desproporcionalmente representadas entre pobres, pessoas em situação de rua e que não têm atenção médica e serão profundamente afetadas pela pandemia. A menos que tomemos medidas urgentes, este impacto será sentido por gerações”.
Para ajudar a comunidade LGBTI+, organizações de Curitiba se uniram para oferecer uma rede de suporte com apoio psicológico virtual, orientação jurídica sobre o auxílio emergencial de R$ 600 e a possibilidade de receber cesta básico por meio de cadastro. Quem precisar do apoio só precisa entrar em contato por telefone/whatsapp: (41) 99725-3999.
Conheça iniciativas de apoio à comunidade LGBTI+ que fazem parte da Rede Legado:
Coletivo Cássia
Com o lema “Mulheres que amam mulheres”, a iniciativa nasceu para dar mais visibilidades às pautas voltadas às lésbicas e bissexuais. Saiba mais sobre a atuação do coletivo no vídeo feito para a TV Legado:
Grupo Dignidade
Organização sem fins lucrativos com quase 30 anos de atuação, o Grupo Dignidade foi o primeiro no Paraná a atuar na área de de promoção da cidadania de pessoas LGBTI+. Conheça a história do grupo na TV Legado:

Transgrupo Marcela Prado
Iniciativa criada para atender as demandas da população trans, especialmente em questões jurídicas, como a luta pelo nome. Temos o propósito de trabalhar com o empoderamento para que eles tenham fortalecimento pessoal diante das inúmeras violências que sofrem. Saiba mais na matéria que fizemos aqui no blog do Legado.