Início/empreendedorismo social/5 etapas do processo de inovação social

5 etapas do processo de inovação social

O que você pensa quando ouve falar em inovação social? Se você imaginou algoritmos, tecnologias e disrupção, acertou. Se pensou em soluções simples para o dia a dia também acertou. A inovação social pode ser feita por todos, em diferentes contextos e com diferentes ferramentas. Apesar de não existir um conceito único para o termo, em geral, entende-se inovação social como uma solução efetiva, eficiente e sustentável capaz de transformar de forma positiva a sociedade.

Segundo a professora da PUCPR, Mari Regina Anastacio, quando se buscam soluções para os dilemas da sociedade e do planeta, é possível que as respostas mais adequadas não envolvam a constituição de um empreendimento formal. O estudo e a identificação das causas dos problemas é que devem indicar o tipo de solução com maior potencial. Além disso, a inovação pode ser praticada por diferentes setores separadamente ou a partir de um trabalho conjunto: setor público, organizações da sociedade civil, empresas tradicionais, negócios sociais, movimentos sociais, entre outros.

Etapas da inovação

Para gerar inovação social, é preciso estudo, prática, observação e empatia. Pesquisadores indicam que a inovação, em geral, envolve diferentes estágios que, não necessariamente, acontecem em sequência, mas constituem importantes ciclos de aprendizagem. Aqui nós elencamos cinco etapas fundamentais:

  1. Oportunidades e desafios

Etapa de pesquisas e diagnósticos para encontrar novas oportunidades e também para identificar desafios a serem enfrentados em um determinado tema/contexto.

  1. Geração de ideias

Aqui começa etapa criativa, com exercícios para pensar em soluções estratégicas para problemas reais. O trabalho é grupo é bem-vindo.

  1. Desenvolver e testar:

Hora de colocar a ideia em prática. Depois de desenvolvido o protótipo do projeto, é preciso testá-lo e obter feedbacks sobre ele.

  1. Ajustes

Momento de reflexão sobre os resultados colhidos na etapa anterior, identificar problemas e corrigir erros.

  1. Implementação

Fase em que o projeto, com os ajustes feitos, começa a funcionar. Aqui, deve-se prestar atenção à sustentabilidade financeira necessária para que a inovação siga adiante.