De acordo com o Relatório de Desenvolvimento Humano das Nações Unidas, divulgado em 2017, o Brasil está entre os dez países mais desiguais do mundo. Diante dos muitos desafios que precisam ser enfrentados, é necessária a atuação de lideranças dispostas a arregaçar as mangas e, além de lutar pela formulação de politicas públicas sociais, ajudar a criar soluções que contribuam para a construção de uma sociedade mais justa e sustentável. E os jovens têm um papel fundamental nessa missão.

Wellington_VitorinoRealizado há dois anos pelo Instituto Four, o ProLíder é um programa que forma lideranças jovens para, justamente, discutir o cenário brasileiro e criar negócios de transformação para o desenvolvimento social.

O administrador Wellington é idealizador do projeto e serve de modelo para muitos jovens. Aos 12 anos fundou uma fábrica de doces e começou a vender picolés em um batalhão da polícia. Foi aluno da rede pública, até que recebeu uma bolsa para cursar o 3º ano do Ensino Médio em uma escola particular. Para melhorar outros idiomas e realizar o sonho de viajar para o exterior, conseguiu o apoio de uma série de instituições: Embaixada Americana, Escola Parque da Gávea, Casa de Espanha e Oxford English Centre. E foi com esse espírito inquieto que ele fundou o Instituto Four, onde hoje, aos 23 anos, é diretor executivo.

Metodologia teórica e prática

Durante a formação no ProLíder, os jovens discutem os rumos do país com especialistas de diferentes áreas. Esse compartilhamento de ideias serve de combustível para que os participantes identifiquem oportunidades e criem empreendimentos que solucionem problemas do Brasil. O processo é feito em cinco etapas: imersão de integração; construção de diagnósticos sobre o Brasil; capacitação em liderança; desafio de cases e criação de empreendimentos. Para que os participantes iniciem a jornada a partir para a ação e criar empreendimentos de alto nível, é importante que estejam familiarizados com o ambiente empreendedor e de gerenciamento de projetos. Por isso, durante os encontros intermediários do ProLíder, eles discutem com grandes empreendedores brasileiros e ainda têm a oportunidade de resolver cases reais enfrentados por empresas parceiras. “Essa tríade merece ser destaca: diversidade no perfil de participantes, qualidade dos formadores e a rede de parceiros. Nosso formato de educação é colaborativo”, explica Wellington. 

Experiência ProLíder

As inscrições para o ProLíder 2018 estão abertas e podem ser enviadas até 31 de março. São oferecidas 55 vagas para jovens enre 16 e 35, de qualquer região do país. A formação é totalmente gratuita e os encontros são realizados em São Paulo. Dependendo do perfil socioeconômico do selecionado, o programa oferece auxílio-deslocamento.

Nesta quinta-feira, 22, Wellington Vitorino estará em Curitiba para discutir o papel do jovem na mudança social e contar a trajetória do ProLíder. O evento está marcado para as 18h30 no campus Botânico da UFPR. As inscrições podem ser feitas no link  https://goo.gl/forms/CuBayqZXJ9yKWdqd2