Na noite da última segunda-feira, dia 31, o Legado Socialworking realizou a primeira edição do ‘Impact Makers – Festival do Conhecimento Compartilhado’, evento que ofereceu ao público uma maratona de workshops sobre o setor social. A iniciativa foi um sucesso e refletiu a conexão de ideias e pessoas defendida pelo coworking criado especialmente para projetos sociais e ambientais.

As oficinas foram conduzidas simultaneamente em diferentes ambientes da casa. Enquanto o PeaceLabs compartilhava sua experiência com avaliação de impacto, por exemplo, o Instituto Sensorial dava uma aula sobre Língua Brasileira de Sinais (Libras). A organização também ministrou o workshop Estratégia Sensorial, sobre acessibilidade atitudinal nas empresas. “Nos chamou a atenção o engajamento e a empatia que o pessoal que esteve nas duas oficinas teve. Me impressionou o interesse em querer ser uma pessoa melhor, essa foi uma experiência única”, disse a presidente do Instituto Sensorial, Danielle Franco.

Com uma aula de confecção de tela, a Badu Design abriu a noite. “Essa foi uma ótima oportunidade para compartilhar e apresentar, através de vivências, nossas atividades e, principalmente, de envolver mais pessoas no ambiente de impacto social positivo. Foi maravilhoso!”, avaliou a fundadora do negócio social, Ariane Santos. O workshop Comunicação de Causas atraiu mais de vinte participantes e abordou o trabalho de assessoria de imprensa e media training no setor social. Já as gestoras de projetos sociais e de rede do Instituto Legado, Beatriz Groxco e Bárbara Moraes, estiveram à frente de um workshop sobre Cultura Maker, movimento que incentiva o compartilhamento de ideias e conhecimentos.

O Projeto Linyon convidou o público para uma discussão sobre diversidade no workshop Inteligência Cultural. A noite ainda teve espaço para um momento “zen” com a aula de Yoga oferecida pelo professor Gustavo Oliveira, que também ministra aulas para os empreendedores do Socialworking.

Missão cumprida

angelitaAo longo da noite, foi possível ver uma grande diversidade de pessoas – entre jovens e adultos, com as mais diferentes motivações para buscar novos conhecimentos com o Impact Makers. A  fundadora do Mentoring Young Talents Brazil, Angelita Gomes, que participa do Projeto Legado 2017, se inscreveu para três workshops e avaliou positivamente a iniciativa.

“O Impact Makers me surpreendeu e deixou um gosto de quero mais. A tela afetiva me sensibilizou na criação através de memórias, a oficina de comunicação enfatizou como podemos ser mais assertivos em uma entrevista e como podemos ser mais preparados para falar de nossos projetos. Já a oficina de estratégia sensorial me chocou positivamente e confirmou o quanto ainda estamos despreparados para atender pessoas com deficiência, ou mesmo nos relacionar com elas sem que sejamos preconceituosos. Tenho total certeza de que foi um grande ‘start’ para novas percepções. Que tenhamos o coração aberto para outras incríveis experiências”, disse Angelita.

Polo do Empreendedorismo Social

O Instituto Legado acredita que o empreendedorismo social é uma ferramenta eficaz para o desenvolvimento econômico e se propõe a ampliar o impacto de iniciativas sociais, gerar transformações e deixar um legado. Uma de suas frentes de trabalho é a conexão de rede e, por isso, inaugurou, em 2016, o Legado Socialworking. Exclusivo para empreendimentos sociais e ambientais, o Socialworking tem se tornado polo de eventos para conexão entre pessoas e iniciativas que trabalham em prol de uma sociedade mais justa. Além do Impact Makers, o espaço já recebeu eventos como Cine Social, Meetup de Empreendedorismo Social, além de ser sede das capacitações oferecidas pelo Projeto Legado e de receber eventos das organizações que atuam no endereço. Muitos projetos ainda estão por vir!

Veja como foi o Impact Makers: