Com a missão de gerar impacto social por meio de projetos de engenharia, a organização não-governamental Engenheiros sem Fronteiras Núcleo Curitiba, é o destaque da semana na série Desafio de Conexões.

Surgida na França na década de 1980, a ong EsF mantém atividades orientadas para o desenvolvimento humano. O primeiro núcleo brasileiro foi criado em 2010, em Minas Gerais, e foi se expandindo rapidamente para outras regiões do país. A abertura do núcleo Curitiba, em 2015, foi uma iniciativa de estudantes de engenharia da Universidade Federal do Paraná (UFPR). É com todo esse histórico que, em 2017, a EsF Curitiba chegou à quinta edição do Projeto Legado.  Na turma de fortalecimento organizacional, a equipe busca a transformação social alicerçada na engenharia, na sustentabilidade, na educação e no voluntariado.

Durante o Desafio de Conexões, a EsF Curitiba se reuniu com as instituições JCI Curitiba, Portas Abertas, Instituto Portfólio de Fotografia (IPF) e Pernas Pra Que Te Quero. “A experiência foi enriquecedora para a nossa percepção sobre as possibilidades de geração de impacto social em nossa região. Pudemos ampliar nosso conhecimento e apontar novos projetos e parcerias para atuações futuras e em conjunto. Aprendemos que, além do nosso impacto social, é no desafio de se conectar com outra instituição que enxergamos novos horizontes e oportunidades de engrandecer o empreendedorismo social”, afirma o presidente da EsF Curitiba, Gustavo Stresser.